bitácora

Primeiro do Ano

Que delícia o ano começar em um domingo. A Ana perguntou – com um medinho da resposta – se hoje a gente ia pra escola e eu respondi com um sorrisao: Nao, é domingo! Aproveitamos o bom tempo para passear, visitar um bebe que nasceu e ir ao circo. Claro que a vida é feita de surpresas e ao mesmo tempo que parei para escrever estas linhas o SIlviu me ligou para dizer que quebraram um vidro do carro e está tudo de patas pro ar. A Ana dorme e entao nao posso me mexer – continuo escrevendo – mas penso em que medida isso muda nossos planos para hoje. Porque obviamente além de domingo é 1o de janeiro e nao tem emergencia que justifique o seguro vir aqui trocar a janela pra gente poder ir ao circo. Entao talvez circo em trem e deixamos o bebe para outro dia, talvez podemos pegar o carro velho e fazer tudo como planejado. E isso que a Ana ainda nao acordou da siesta pra mudar os planos em ainda outra direçao. Às vezes penso na real utilidade de fazer planos, se depois a gente tem que ficar se adaptando o tempo todo. Mas isso é assunto para outro post.

Hoje queria falar sobre o ano passado, Murilo Rubiao, e os planos para 2012.

Depois de praticamente abandonar o blog e a blogosfera materna, fiz uma análise sobre porque escrever, em geral e o blog em particular e cheguei à uma conlcusao. Escrevo porque preciso, e o fato de ter leitor@s (obrigada!), me obriga a escrever melhor, a revisar, pensar, etc. Reli o Ex-Mágico da Taberna Minhota, conto fantástico do Murilo Rubiao, que conheci no segundo grau pelas maos da professora Gloria – alô Escola de Aplicaçao. Porque talvez o fato de ser funcionária pública tenha afetado minha mágica, mesmo que seja só pelo fato de nao ter muita vontade de escrever quando chego em casa cansada. Se fosso outro trabalho talvez acontecesse também, mas é interessante que foi justamente fazendo um trabalho que muitas vezes eu procurei com a cabeça e evitei com o coraçao. (Já prestei muitos concursos, mas nunca estudei o suficiente para passar, uma forma clara de boicote, né).

Nao vou contar o conto aqui, porque é curto e está no google, mas a leitura que faço dele é que todos somos mágicos e podemos criar um mundo de cores e fazer rir às crianças, mas que se tentamos matar esta magia, às vezes conseguimos e aí fica difícil recuperar. Por isso esse ano me proponho aumentar o blog, fazer dele meu espaço mágico. Deixo aqui gravado, pra quando 2012 terminar e eu fizer o balancinho, saber onde queria chegar, apesar de saber que vou ter que reajustar o plano todo o tempo.

Voltando ao ano passado, outro dos motivos para eu ter deixado de escrever foi certamente a morte da minha avó Circe. Ela merece um post só dela, mas como nunca o escrevi acabava nao achando justo escrever sobre outras coisas e aí o tempo passou, passou. Ela morreu de um AVC, na véspera de Sao Joao. Aí no Brasil era Corpus Christi, mas aqui em Barcelona era a grande “verbena” do verao. Praticamente a festa que abre o verao, com fogos por toda a cidade, uma especie de reveillon, uma festa realmente muito alegre. E ela foi assim, discreta, sem fazer alarde e tentando nao atrapalhar muito a vida dos demais.

Deixou um legado enorme, que daria pra escrever vários livros e encher uma loja inteira de coisas feitas à mao. Conhecimentos para vários cursos, conversar para encher muitas vidas. Doce e séria, forte e frágil, constante, detalhista, soube viver a vida e cumprir seu destino. Deixou este plano, mas tenho certeza de que está por aí, em forma de estrela ou onda do mar, olhando por nós.

E termino o resumo de 2011 dizendo que terminou muito melhor do que começou, até mesmo do que podíamos imaginar no dia 1o de janeiro. Familia Oltean de Aquino estava no Brasil, eu pensando em como por em prática o plano Brasil 2012. Sem trabalho e com uma perspectiva mínima. Silviu também sem trabalho e com menos perspectivas ainda, dado que está ainda no meio do MBA.

Comecei a trabalhar no dia 17 de janeiro, o Silviu em 19 de setembro. Entre uma coisa e outra fizemos três viagens interessantes (Manresa, Andorra e Romenia), recebemos visitas em casa (tios, pais, Martha com seus tres pimpolhos) e celebramos o segundo aniversário da Ana. Fizemos novos amigos e nos aproximamos de outros (deixando escapar algum pelo caminho que talvez ainda esteja em tempo de recuperar). Li pouco pra mim mesma, mas contei muitas histórias – lidas e inventadas – para Ana. No quesito maternidade, vejo que mais que ensinar, sigo aprendendo e vendo como essa coisinha pequena vai crescendo e virando gente. Uma pessoinha muito interessante. Duas das seis maes da Liga já foram maes outra vez, e duas estao a caminho. Isso deixa duas – eu inclusive – naquele que pra mim é o limite do segundo filho, ou seja, três anos. Com isso quero dizer que estamos trabalhando para que Ana seja irma maior em 2012.

Entre os projetos que tinha e nao realizei, certamente incluo fazer alguma web e por em prática tudo que aprendi – talvez tenha sido em vao, talvez nao – e completar algum projetinho de costura. A máquina está mesmo cheia de pó, mas acho que posso por na lista de novo. Li que este será um ano para melhorar, aumentar, unir, crescer, mas nao mudar. Acho bom. Vamos ver como termina.

Pra esse post ficar mesmo interessante, falta uma foto:

Imagem

Anúncios

2 comentários em “Primeiro do Ano

  1. Mariana, que bom que voltou a escrever! Fazer planos sempre é bom, mesmo que seja para adaptá-los à realidade, o que quase sempre acontece. Mas talvez essa seja a graça da vida, se tudo funcionasse como planejamos seria meio monótono, não? Fiquei emocionada com o que você falou da minha mãe. Ela era tudo isso e um pouco mais. Acho que não planejou a ida, mas aconteceu. E certamente está em alguma onda do mar ….ou numa estrela…. Beijos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s