As aventuras de Mini e Maxi

Tummy Tub, ou o banho.


P1020209.JPG

Originally uploaded by mari_aquino

Falando de banho, uma das “comadronas” do curso disse que o primeiro banho nao tinha pressa, que era um evento muito importante para que uma enfermeira o fizesse antes que os pais. Disse que era até para celebrar a festa do banho, sempre depois que o umbigo caísse.
Aí eu pedi na minha lista de desejos da Ana uma Tummy Tub* e fui agraciada pela fada madrinha MP. Só que nenhuma das avós achou a idéia boa, como eu já tinha comentado no post da quarentena. Por sorte tínhamos ganhado também uma banheira inflável de viagem, que foi usada no primeiro banho.
E assim foi que no nono dia, seguinte ao da caída fo umbigo, que a vó Sanda, em um ato de suprema coragem, deu o primeiro banho da Ana. Diferenças culturais a parte, a Ana simplesmente detestou a coisa toda. A vó ficou nervosa e todos os outros espectadores mais ainda. Tipo, é muito fácil criticar de fora. Mas no fim eu disse pra mim mesma que a criança nao ia morrer de banho e tudo bem. E apesar da choradeira, nunca vi a Ana tao tranquila para mamar, nem antes nem depois deste dia.
No segundo dia foi a vez da mae, eu propria, arriscar a reputaçao. Tanto tinha enchido a paciência dos assitentes com o Tummy Tub que fui eu lá. Fiz igual nas instruçoes, peguei a Ana e coloquei primeiro os pés, pra ela ver onde estava se metendo, a água quentinha, tudo lindo. Mas quando ela estava lá dentro, pânico, e agora, o que eu faço? Como eu tinha esquecido de acoplar meu terceiro braço, tive que apelar para a ajuda do marido. Dessa vez a Ana adorou o banho, vocês precisavam ver a carinha dela. Mas nem tudo deu certo e pra sair parecia que ela estava nascendo de novo, tamanho o berreiro.
Foi só lá pelo quarto dia, depois que o pai tentou também – com a outra banheira – fazer com que a experiência toda fosse agradável para todos o tempo todo. A chave quem deu foi um colega do Silviu do trabalho: no começo nao dá pra banhar no Tummy tub sozinho, precisa mesmo dos dois juntos. E também que o quarto esteja quase tao quentinho como a água, porque o berreiro é mesmo de frio.
Agora que a Ana já tem um mês – cumpridos hoje mesmo – ela já curte o banho e fica apoiadinha no fundo. Acho que em pouco tempo já vamos poder fazer o banho sem a ajuda do outro. Quero só ver até quando, porque a pequerrucha já está grandota!

* este post é dedicado a Helo – e aos outros leitores empapuçados de esta overdose de mamices – que ainda nao desistiram do maricotinha…

Anúncios

8 comentários em “Tummy Tub, ou o banho.

  1. Parabéns pelo primeiro mês – da mãe e da filha!
    Eu demorei um bocado pra dar banho na Alice sozinha, acho que uns 3 ou 4 meses. A Tummy Tub deve ajudar porque não tem pra onde o bebê escorregar, né? Vou tentar no próximo rebento…
    beijo!

  2. aaaaah, a dorei a dedicatoria!!! olha mari, so vc mesmo pra me fazer ler sobre maternidade viu? e to curtindo pq vc ta sendo bem sincera e falando das coisas q ninguem fala. eu sempre digo isso, informacao eh a chave de tudo!!!! a mulherada se trocasse mais ideias nao ficaria tao desorientada com varias coisas!!! nao digo apenas em relacao a maternidade, mas tbem relacionadas a saude feminina, sexo e casamento. nos blogs, so se falam as maravilhas neh? por isso, parabens!!!!!

  3. Mari, que linda e fofa que ela ta!!!! Desculpe a falta de noticias e de contato total nas ultimas semanas, Tem sido uma loucura, muito trabalho ultimamente. Mas te ligo ainda hoje pra saber de vcs.
    Beijo grande

  4. Oi Mari!
    No começo, pra usar o balde, é legal enrolar ela numa fraldinha, assim você consegue segurar ela com mais facilidade… Eu também não conseguia dar banho sozinha no Gael, mas depois peguei o jeito. Na verdade, acho que só depois de algum tempo é que ele passam a ter mais consciência e gostar mesmo do banho.
    Eu faço assim: enquanto ele ainda tá sequinho, que é mais fácil de segurar, eu lavo o bumbum e as costas. Depois sento ele na banheira e lavo tudo. Por último a cabeça, pra não ficar com tanto frio. Por um tempo deu pra usar o balde, mais como relaxamento depois do banho, e pra tirar o sabão, porque é complicado lavar dentro do balde conforme eles vão crescendo. Agora já não dá mais pra usar o balde, porque o Gael só quer ficar em pé. Então preciso pensar em outro jeito de tirar o sabão…Ontem mesmo dei o primeiro banho de chuveiro – coloquei as fotos no flickr- mas ele ainda fica muito assustado com a água no olho!
    Beijo!

    1. Tetê, obrigada pela dica e pelo incentivo. Você nao pensa em comprar uma banheirinha pra ele? No chuveito é prático, mas na banheira tem a hora da brincadeira que também é legal, né? Aqui nas Oropa é fácil porque quase toda casa tem banheira, entao quando a Ana cansar do Tummy Tub eu vou comprar um adaptador pra essa banheira, que é uma coisa que evita que ela escorregue.

  5. Eu uso a banheirinha sim! No chuveiro só dei uma vez, não é nada prático! Não tenho banheira em casa, ainda não sei como vai ser quando ele crescer, é complicado colocar a banheirinha no chão, vai me dar uma baita dor nas costas…
    Beijo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s