lá fora

Caça às bruxas

Li hoje no El País que o Partido Pirata chegou nos Estados Unidos, mas precisamente na Califa. Antes de ter vida pública tem que ser aprovado pelo Secretario de Estado, parece que já tem 88.000 assinaturas. A idéia é pedir a neutralidade da rede e a proteçao da privacidade. Ou seja, que o pessoal que intercambia arquivos na rede – P2P nao seja incomodado como já acontece em outros países.

Conta que na Irlanda e na Nova Zelandia os serviços de internet já desconectam o usuario de descarrega arquivos através do P2P (peer-to-peer), seja porque já foram avisados tres vezes ou por mera suspeita, como é o segundo caso. O partido já existe e atua em países da Europa, mas claro, onde a coisa pode pegar é nos Estados Unidos. Os maiores interessados em que os provedores de acesso possam fazer de polícia por seus interesses estao alí. Ao mesmo tempo como é o Estado mais populoso suponho que tenha pessoas mais liberais. Vamos ver o que vai dar.

Também fico de olho no Brasil, onde os interesses dos grandes está sempre por cima dos da maioria.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s