bitácora

La crisis, la crisis

Fui visitar a Ceci e quando cheguei na casa dela ela estava fazendo uma entrevista por telefone sobre a crise. Aí contei como está difícil encontrar trabalho e tal, e um pouco do meu plano novo. Vou contando meio pra medir a resposta das pessoas, pra sentir se o clima está bull ou bear, e por quanto tempo.

Saímos e fomos na estréia da exposiçao de uma amiga dela fotógrafa, e lá estava toda a colonia argentina. Todo mundo falando do mesmo assunto. Uma que tá sem trabalho, o outro que acabou de receber a notícia que os serviços dele nao sao mais necessários, indefinitivamente. E como ele faz freelance, tá na merda desde já. Sem seguro desemprego nem nada. Acho que ele faz outras coisas, mas era o ganha-pao. Chegamos à conclusao que esta historia da crise virou a desculpa do dia. Que nao é possível, que do jeito que vai uma hora vai parar tudo. Mesmo.

Ou entao é só o inverno, tudo cinza, o vento e tal. E quando chegar março as coisas vao começar a melhorar. Ojalá.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s